projeto

Metas para o apartamento em 2017

terça-feira, fevereiro 07, 2017

Esse post está um pouco atrasado, não é mesmo?

Ainda estamos nos primeiros meses do ano, que apesar de parecer que está passando na velocidade da luz, ainda tá valendo e dá tempo colocar em prática.

Separei alguns projetos (por ordem de relevância para nós) que estão parados desde que começamos as reformas no apê e outros que foram surgindo com a vivência no nosso espaço. Não estou estipulando que sejam concluídos todos esse ano, mas espero que tenhamos êxito na maioria deles.





1 - CABECEIRA DA CAMA

Sim, fazem 3 anos que moramos no apê e até hoje não fizemos a cabeceira da nossa cama. Esse é uma meta e um projeto que tem prioridade, pois não parece mas é bem complicado não ter os criados-mudo ao lado para deixar à mão o que precisamos na hora de dormir.

2 - ORGANIZAR ROUPAS E CALÇADOS

Eu e o Diego não somos exemplos de organização, mas muitas coisas não tem seu lugar definitivo ainda no apê, dificultando nossa vida. Como as roupas e calçados são o maior volume, não temos espaço suficiente para acomodar tudo. Não mostrei ainda, mas hoje só temos um guarda-roupa e uma cômoda que não estão dando conta do recado.

3 - FINALIZAR O QUARTO 2

O segundo quarto é o chamado quarto da bagunça. Quem não tem um lugar desse na casa né? Hoje esse quarto não é nada funcional, pois não tem nada e ao  mesmo tempo tudo vai parar ai. É nele que seco a roupa (não temos varanda), onde guardamos o aspirador de pó, ferramentas que eventualmente precisamos, bola de ginástica, cadeiras reservas e a lista é longa...

4 - PAREDE DE TIJOLO APARENTE

Desde que comecei a buscar imagens de inspiração para o apartamento, volta e meia aparecia alguma com tijolinho aparente. Atualmente que virou tendência então... estou enlouquecida. Eu definitivamente preciso ter uma parede de tijolinho aparente!!!!

5- DECORAÇÃO EM GERAL

Nossa decoração se resume em um quadro e a minha estante de livros. Não almejo grandes coisas na decoração, mas uma coisa bem feitinha e bacana deixa os ambientes mais agradáveis e eu com certeza quero isso pro nosso cantinho.


E vocês muitos planos e projetos para 2017?

Bjos

Italia

ITALIA - 3º dia: Lusiana / Crosara / San Luca

sexta-feira, janeiro 20, 2017

Olá!

Não cheguei a mencionar, mas o principal motivo da nossa viagem foi com o intuito de visitar as cidades de origem tanto da minha família quanto a do Diego. Portanto, não fomos apenas para lugares óbvios e totalmente turísticos.

Então saindo de Veneza, fomos direto para Bassano del Grappa, província de Vicenza,  que foi nossa escolha como local base para visitar várias outras cidades próximas enquanto ficássemos mais ao norte.

Alugamos um apartamento pelo Airbnb e nossa anfitriã muito gentilmente foi nos buscar de carro na estação (Obrigada eternamente Luisa!!!). Nesse dia só saimos para ir ao mercado (que é um atração à parte heheh) e pra variar erramos o caminho e caminhamos bem mais do que o necessário.

Na manhã seguinte, pegamos o carro que alugamos (mais 2,5 Km de caminhada), um 500X que virou nosso xodó. Por favor Fiat, traz esse carro pro Brasil..nunca te pedi nada!
Depois de várias brigas do senhor que nos atendeu com a impressora, lá fomos nós com destino a terra da família Pivotto.

Nesse dia passamos pelas comunes de Lusiana (que fomos por mera curiosidade, mas não menos simpática),  Crosara, comune de onde veio a família do Diego, e Marostica que mostro no próximo post.

Lusiana, é uma comune pequena com aproximadamente 2.700 habitantes. Não vimos tantos habitantes assim, mesmo porque fomos apenas ao centro que fica bem no alto de uma montanha, o que rende uma bela vista.







De Lusiana, partimos para Crosara onde os antepassados do Diego estão registrados e aí sim a emoção começou a bater forte.

Crosara é uma fração (como um distrito aqui no Brasil) pertencente a Marostica, tem cerca de 550 habitantes e apesar de ser um lugar bem pequeno é muito charmosinho. Também fica localizada no alto de uma montanha e sinceramente não consegui entender do que as pessoas vivem e se sustentam lá.

Aproveitamos que era próximo da hora do almoço, e fizemos nosso pranzo no único restaurante que tinha por lá. Um restaurante bem familiar com móveis e objetos da família, um lugar interessante com uma pasta amatriciana maravilhosa e super barata.



Dieguito feliz da vida




Monumento em homenagem aos mortos na guerra



Igreja de San Luca

Monumento em homenagem aos militares mortos na guerra de San Luca

Italia

ITALIA - 2º dia: Veneza

sexta-feira, janeiro 13, 2017

Olá gente!

Primeiramente...Feliz Ano Novo!!!

Continuando sobre a viagem, no segundo dia saímos bem cedinho do hotel para pegarmos o trem rumo à Veneza. Deixamos nossas malas no Left Luggage da estação e lá fomos nós conhecer um dos lugares mais famosos e românticos da Itália.

Pelo fato de Veneza ser tão famosa, as expectativas ao se chegar são bem grandes. Confesso que não nos decepcionou. Ao sair da estação você já dá de cara com o grande canal e uma das várias pontes que tem por lá.

Para aproveitar bem a cidade e conhecer, optamos por seguir a pé até a Piazza San Marco, o que no início pareceu uma ideia fantástica, mas lembra que eu falei que caminhamos um monte no dia anterior em Verona?  Pois é, a dor e bolhas nos pés somado a quantidade de turistas que tinha lá não nos empolgou muito. Tanto que saímos de lá bem antes do que planejávamos, no total acredito que ficamos pouco mais que 3 horas na ilha.

Que a cidade é encantadora, não tem como negar. Quero voltar novamente, mas bem descansada e de preferência na baixa temporada para poder apreciar melhor as atrações e quem sabe ter alguém com quem dividir o valor do passeio de gôndola..hehehe que é bem salgadinho.




















Italia

ITALIA - 1º Dia: Verona

quinta-feira, novembro 17, 2016

Saímos de Porto Alegre numa segunda-feira chuvosa de Setembro. Nunca tinha andado de avião na vida, então estava bem apreensiva. Felizmente tudo deu certo e lá fomos nós encarar um voô de 10:45min de duração. Sim, o voô não terminava nunca..obrigada Tap por ter uma grande variedade de filmes para assistir.

Após uma conexão de 4 horas em Lisboa (parece demorado mas só deu tempo de almoçar) e mais 2:40 de voô até Milão, finalmente estávamos em solo italiano..cansados, mas felizes da vida.

Como nosso voô chegava em Milão no final do dia, por questões de logística e $$$ (Milão é caríssima), pegamos trem com destino à Verona. Confesso que não esperava muita coisa da terra da Giulietta, mas Verona me conquistou completamente e ganhou um lugar especial em nossos corações.

Além de conquistar um lugarzinho nos nossos corações, Verona conquistou bolhas nos pés e muito cansaço também. Entendam que não somos muito adeptos à exercícios físicos, e nesse dia acredito que tenhamos caminhado por volta de uns 20 km e ainda subimos a Torre dei Lamberti à pé. A torre tem apenas 84 metros de altura...hehehe










Palazzo Vecchio:








Arena:
Não conseguimos tirar fotos muito legais, pois estavam preparando a Arena para um show do Andrea Bocelli que aconteceria dali alguns dias.





Casa di Giulietta:



Tentativa frustrada de conseguir tirar uma foto sozinha no balcão de Giulietta


Torre dei Lamberti: